Instituto Formar, antiga Guarda Mirim de Piracicaba, elege nova diretoria

Publicado no dia 19/04/2017 às 17:09Por: Assessoria de Imprensa

Foto: Divulgação

O Instituto Formar elegeu, por meio de Assembleia Geral, a diretoria da entidade para o mandato de quatro anos para o exercício das atribuições previstas no estatuto social da entidade, de forma voluntária.

Como presidente, foi reeleito  Paulo Sérgio Spolidóro que faz parte da diretoria da instituição desde 2009 e, em 2014, assumiu a presidência da entidade. Paulo Spolidóro pratica voluntariado há 30 anos e, no Instituto Formar acompanhou as mudanças e adequações da entidade.

A atual diretoria tomou posse em 1º de abril, é composta por Paulo Sérgio Spolidóro (Presidente), Rubens Leite do Canto Braga (vice-presidente), Bruno Prata (Diretor Financeiro), Marcos Moreira dos Santos (Diretor Financeiro Adjunto), Francis Mike Quilles (Secretário Geral) e Nancy Ferruzzi Thame (Secretária Geral Adjunta).

Membro mais jovem na diretoria reeleita, o ex-guarda mirim Marcos Moreira dos Santos comentou sobre a vontade de contribuir para a instituição. “Me sinto como se estivesse retribuindo tudo o que a Guarda Mirim me proporcionou. Voltar a participar da diretoria, é uma oportunidade que tenho para ajudar outros jovens a terem o que tive. Devo muito a essa casa”, declarou. Moreira foi vice-presidente da entidade em 2005.

O presidente Paulo Spolidóro acredita que na gestão anterior desta diretoria, avanços foram feitos em benefício da entidade e dos mais de 500 aprendizes que, por ano, participam da socioaprendizagem e dos demais serviços socioassistenciais oferecidos. “O instituto tem uma imensa importância na formação desses adolescentes e também para a cidade. Prezamos pela educação, disciplina, pela alta qualidade das aulas que oferecemos e também por sermos instrumentos da colocação profissional de tantas pessoas”.

.

Instituição chega aos 51 anos este mês

No próximo dia 21 de abril, o Instituto Formar completa 51 anos. A entidade foi criada em 1962 como Guarda Mirim de Piracicaba através da lei municipal de autoria do vereador Armando Pizelli em 1962. No entanto, tornou-se realidade apenas em 1966, depois aprovadas, dois anos antes, modificações em nova proposta parlamentar do vereador Rubens Leite do Canto Braga, atual vice-presidente da entidade. Foi apenas em 1966 que a entidade foi formalmente instalada e selecionados os primeiros 29 adolescentes que a comporiam, tudo sob a tutela do, então comandante Frederico Ciappina Neto.

Em 2012, já distanciada dos regulamentos e características militares, a Guarda Mirim transformou-se em Instituto Formar de Aprendizagem Profissional, onde atualmente são atendidos cerca de 500 adolescentes. Destes, 380 aprendizes estão vinculados a empresas parceiras.
Atualmente, o Instituto Formar de Aprendizagem Profissional tem seu conceito baseado na formação de cidadãos e na socioaprendizagem, por meio da inserção no mundo do trabalho e no ambiente corporativo das empresas e indústrias. Os aprendizes obtêm na prática, a vivência da rotina nos departamentos administrativos das empresas parceiras da organização não governamental.

Qual sua opinião? Comente!